CulturaDavi ValukasDoses de CavalheirismoEducação MusicalEstéticaLiteraturaMúsica

Música, poesia e cavalheirismo

Doses de Cavalheirismo

Cavalheirismo é um termo que remete aos Mandamentos do Código da Cavalaria, que versava sobre as obrigações dos cavaleiros paladinos da Era Medieval. Entre os principais mandamentos, encontram-se obrigações como polidez, lealdade, generosidade, boas maneiras, justiça, entre outros. Hodiernamente, um cavalheiro é tido como um homem que trata bem as mulheres, enchendo-as de presentes, flores e abrindo a porta do carro. Porém, ser um cavalheiro vai muito além. Tratar as damas com gentileza é o mais raso de seus atributos: todo cavalheiro deve procurar a sofisticação cultural, saindo dos primeiros rudimentos do homem rústico, em busca do refinamento e da civilidade.

No âmbito da música e da poesia cavalheiresca, historicamente temos movimentos artísticos de alta estirpe e do mais variado estilo. Desde os cânticos salomônicos hebraicos, passando pelos gregos e romanos, desembarcando na Idade Média e culminando na renascença, no barroco, no clássico e no romântico (disposição puramente didática), grandes pensadores dedicaram belíssimos versos e magníficos acordes às mais belas damas de seu tempo!

Em tempos de feminismo, coletivismo, funk carioca e outras atrocidades pseudoculturais, o cavalheirismo tem caído de moda. Demonstrações de carinho pelo belo sexo feminino são tidas como machistas e misóginas, ao mesmo tempo em que letras de música da mais baixa qualidade, que promovem a esculhambação da mulher em sua totalidade, são louvadas como expressões culturais legítimas. Educados em meio a esse turbilhão de monstruosidades, os jovens acabam entrando na pilha, ficando alheios ao desenvolvimento pessoal que todo homem deve buscar. Os primeiros rudimentos jamais são abandonados e o refinamento masculino passa a ser considerado como afetação emasculada!

Em suma, um verdadeiro cavalheiro é aquele homem que mantém intactos os mandamentos da honra masculina, mas não se preocupa apenas em impressionar as garotas, investindo sua capacidade intelectual no aprimoramento de si mesmo. E isso se reflete de maneira inequívoca na música e na poesia. Um cavalheiro iniciado nos meandros da masculinidade veraz aprecia a arte dos versos e a arte dos sons. Aprecia o elogio às musas, de forma recitada, cantada ou tocada. Aprecia ser homem de fato!

Ver mais

Davi Valukas

Davi Samuel Valukas Lopes nasceu no dia 06 de setembro de 1985, na cidade de Araraquara, no interior paulista. Filho de um trombonista, começou os estudos musicais no saxofone em 1996 na Congregação Cristã no Brasil, onde toca até os dias de hoje. Tornou-se instrutor musical na mesma igreja no ano de 2002, até o ano de 2016. Estudou piano clássico por quatro anos e guitarra blues por um ano. Ministrou oficinas de musicalização de 2009 a 2012 pela Secretaria Municipal de Cultura de Araraquara. Foi um dos fundadores de um projeto de musicalização infantil na periferia da cidade, no Jd. das Hortências, chamado Família Afro Son. Trabalhou na composição e interpretação da trilha sonora de espetáculos de dança junto com outros músicos de Araraquara. Mudou-se para Uberlândia, no Triângulo Mineiro, em 2012. Na cidade, ministrou aulas de saxofone e teoria musical, tocou um ano e meio na Jazz Band Ladário Teixeira e atua desde 2016 na área de Treinamento e Educação Corporativa. Monarquista convicto, é co-fundador do Círculo Monárquico de Uberlândia. É graduado em Gestão de Recursos Humanos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: