CulturaDireitoFlávia BausoJornalismoNotíciasPolítica

Bulgária segue o exemplo de Hungria e Polônia e põe a ideologia de gênero para correr do país

Principal tribunal búlgaro decidiu que um documento da União Europeia assinado pelo país em 2011 é inconstitucional por considerar "gênero" uma construção social

O Leste Europeu está se livrando de uma vez por todas da ideologia de gênero. Bulgária segue o exemplo de Polônia e Hungria e diz não às pressões da União Europeia (UE), que impunha a aceitação da forte onda de “gênero” como simples parte da construção social.

O órgão equivalente ao nosso STF na Bulgária, Tribunal Constitucional, tornou inconstitucional um documento da União Europeia de 2011, aderido pela Bulgária que, totalmente de fachada, se referia ao combate à violência contra a mulher indicando machismo, mas na verdade condizia a “gênero”. É relevante observar que todas as mulheres do tribunal se colocaram contra o documento da UE.

O tribunal foi solicitado por uma parceria entre um grupo de muçulmanos, a Igreja Ortodoxa e parlamentares apoiadores do atual presidente, o conservador Boyko Borisov.

Também é imprescindível ressaltar no texto dos juízes – que denuncia o quão prejudicial é a ideologia de gênero para as mulheres – esclarece que “se a sociedade já não diferencia o homem da mulher, a luta contra a violência às mulheres se torna impossível”.

Tags
Ver mais

Flávia Bauso

Jornalista, publicitária e locutora, ribeirão pretana.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: