Eleições 2018NotíciasPolítica

Associação Pátria Brasil entra com medidas judiciais contra uso de urnas eletrônicas

Entidade reivindica uso de cédulas de papel

A Associação Pátria Brasil entrou com um Mandado de Segurança pedindo uso de cédulas de papel no segundo turno das eleições presidenciais de 2018.

Acerca do fato, o jurista Modesto Carvalhosa, um dos mais respeitados jurisconsultos do Brasil, fez o seguinte questionamento em suas redes sociais: “A urna eletrônica ou a Constituição? A urna eletrônica ou a transparência na apuração dos votos, que indica o próximo Presidente da República?”

Carvalhosa, assim como o Dr. Felipe Gimenez, da Associação Pátria Brasil, argumentam que o uso das urnas eletrônicas fere a Constituição, em especial o princípio da publicidade nos atos da administração pública, visto que as urnas impedem que a apuração dos votos seja realizada publicamente.

Por essa razão, o Mandado de Segurança reivindica que o segundo turno seja realizado com uso de cédulas de papel, a fim de que a apuração dos votos possa ser realizada pública e auditávelmente.

 

 

 

 

Tags
Ver mais

Redação Rádio MCI

A Rádio MCI tem como missão apresentar Música de qualidade, uma programação voltada para aquisição de Alta Cultura e a divulgação de informações relevantes para o público ouvinte, em especial assuntos que afetam diretamente nossas vidas no atual contexto sócio-político-cultural do Brasil, da América Latina e do Mundo.

Artigos relacionados

3 Comentários

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: