Davi ValukasEleições 2018Política

Ele não

Eleições 2018

Ele não esteve envolvido nos escândalos do mensalão quando seu partido era da base aliada. Não foi comprado pelo PT para votar a favor dos projetos de interesse do governo. Não entregou sua consciência por um punhado de dólares em uma conta na Suíça, em uma mala ou na cueca de algum assessor obscuro.

Ele não é membro do Foro de São Paulo, organização fundada por Lula e pelo ditador cubano Fidel Castro em 1990 e que teve sua existência negada por mais de uma década pela imprensa conivente. Ele não foi às reuniões do FSP quando, em conluio com narcotraficantes, guerrilheiros e terroristas, o futuro de nosso país foi jogado às traças, com decisões supranacionais que ignoraram a soberania nacional de nosso povo.

Ele não passou a mão na cabeça de nenhum criminoso quando os índices de homicídios subiam assustadoramente, mesmo com os supostos benefícios que o Estatuto do Desarmamento trariam, segundo o governo Lula. Ele não considera estupradores, assaltantes, traficantes e sequestradores como vítimas da sociedade, estes que tiram a paz dos cidadãos de bem e ainda têm a proteção de organizações ditas dos direitos humanos, mas que nunca protegem a vítima e suas famílias.

E por falar em Estatuto do Desarmamento, ele não votou favorável à essa sandice potencialmente genocida, como 64% do eleitorado, que teve sua decisão sumariamente desprezada por Lula e sua corja. Ele não desarmou o cidadão de bem para facilitar a vida dos bandidos, parasitas sociais que emporcalham nossas cidades!

Ele não defende o aumento de impostos, tanto para a classe trabalhadora como para a classe empresarial, ambas arrochadas pela escorchante carga tributária brasileira. Ele não compactua com um Estado inchado, ineficiente e provedor dos maiores escândalos de corrupção, compra de votos e consciências e aparelhamento estatal da história da humanidade!

Ele não apóia ditaduras como Cuba, Venezuela, Coréia do Norte, Guiné Equatorial e outras. Ele não apóia o Irã, que financia terroristas e luta pela destruição do estado de Israel, única democracia do Oriente Médio.

Por todos os motivos acima citados, a escolha mais consciente no dia 28 de outubro é ele mesmo, pois o outro candidato está na turma do ele sim. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!

Tags
Ver mais

Davi Valukas

Davi Samuel Valukas Lopes nasceu no dia 06 de setembro de 1985, na cidade de Araraquara, no interior paulista. Filho de um trombonista, começou os estudos musicais no saxofone em 1996 na Congregação Cristã no Brasil, onde toca até os dias de hoje. Tornou-se instrutor musical na mesma igreja no ano de 2002, até o ano de 2016. Estudou piano clássico por quatro anos e guitarra blues por um ano. Ministrou oficinas de musicalização de 2009 a 2012 pela Secretaria Municipal de Cultura de Araraquara. Foi um dos fundadores de um projeto de musicalização infantil na periferia da cidade, no Jd. das Hortências, chamado Família Afro Son. Trabalhou na composição e interpretação da trilha sonora de espetáculos de dança junto com outros músicos de Araraquara. Mudou-se para Uberlândia, no Triângulo Mineiro, em 2012. Na cidade, ministrou aulas de saxofone e teoria musical, tocou um ano e meio na Jazz Band Ladário Teixeira e atua desde 2016 na área de Treinamento e Educação Corporativa. Monarquista convicto, é co-fundador do Círculo Monárquico de Uberlândia. É graduado em Gestão de Recursos Humanos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: