Eleições 2018Flávia BausoJornalismoNotíciasPolítica

Estaria Fernando Haddad comprando seguidores para justificar uma possível fraude no segundo turno?

O candidato a presidência da república pelo PT, Fernando Haddad, estaria comprando seguidores?

As imagens mostram um suspeito crescimento no perfil do Instagram de Fernando Haddad de ontem, quando estava com 588k, para 611k nesta manhã de quarta-feira (10/10). E o mais intrigante é que o petista está tendo um aumento de 1.000 em 1.000 seguidores em média de 10 a 20 minutos.

Estaria Haddad comprando seguidores afim de forjar um falso crescimento em seu eleitorado para justificar o repentino e inexplicável aumento nas pesquisas e uma possível nova fraude no segundo turno?

Até o momento do fechamento desta matéria o candidato apresentava 654k de seguidores. No entanto, aumenta rapidamente e “sem explicação” de pouco em pouco tempo.

Quando você, leitor, for conferir no perfil do candidato no aplicativo, certamente este número já terá aumentado significativamente.

Confira você mesmo o perfil de Fernando Haddad no Instagram e as imagens mostrando a quantidade de seguidores que o perfil avança de tempo em tempo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ao menos pelo Instagram podemos fiscalizar e comprovar as possíveis armações comunistas, já em nossas urnas eletrônicas não podemos dizer o mesmo.

Lembrando que o substituto de Lula, que no primeiro turno inteiro carregou o slogan de campanha “Haddad é Lula”, por esses dias em uma de suas visitas semanais ao presidiário, recebeu orientações para que se afastasse dele daquele momento até o final da campanha.

Depois disso, mais precisamente na data de hoje, o partido mudou sua estratégia alterando a logomarca da campanha e deixando de lado a cor vermelha que remete ao comunismo pela primeira vez na história do partido. Mudaram para as cores da nação, verde, amarela e azul, sem o nome do presidiário, para tentar passar uma falsa imagem de patriotismo e enganar os eleitores, na tentativa de convencer que Lula não está por trás de todas as decisões e do governo de seu substituto. Após a mudança, a imagem de campanha agora mostra apenas o nome de Fernando Haddad, “substituto” à Presidência pelo partido petista e de sua “vice”, Manuela D’Ávila.

 

https://platform.twitter.com/widgets.js

Tags
Ver mais

Flávia Bauso

Jornalista, publicitária e locutora, ribeirão pretana.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: