Eleições 2018NotíciasPolítica

Irã não admite que Jair Bolsonaro seja presidente do Brasil

Regime dos aiatolás conta com poderosos apoiadores nos EUA e na América Latina

A mulher que planeja a destruição de Bolsonaro nos EUA é Valerie Jarrett, operadora do esquema de George Soros, e seu elo de ligação com Barack Obama, de quem ela é assessora. Ela nasceu no Irã, é comunista islâmica, aconselhou Obama a perseguir cristãos e a proteger terroristas islâmicos.

Jarret detinha tanta influência sobre as decisões de Barack Obama, que chegou a ser comparada por analistas políticos com Rasputin, a eminência parda que estava por trás de muitas decisões do Czar Nicolau I na antiga Rússia czarista.

Joseph Humire, maior especialista do mundo sobre os planos do Irã para a América Latina, aponta Jarret como a mediadora da penetração do Irã na América Latina junto da administração de Barack Obama frente à casa Branca (2009-2016).

Quando toda-poderosa dentro da Casa Branca, Valerie Jarret deu todo apoio às relações entre o regime dos aiatolás de seu país natal, o Irã, e os regimes narco-comunistas da América Latina, como os comandados por Hugo Chávez na Venezuela, Cristina Kirchner na Argentina e Lula no Brasil.

Na foto, o presidiário Lula recebe o presidente do Irã Ahmadinejad e o Aiatolá Kimenei, líder supremo da teocracia iraniana

 

Para se ter uma idéia da importância do tema e de como toca interesses profundamente tentaculares, o promotor de justiça argentino Alberto Nismán investigava a colaboração do governo da comunista amiga de Lula, Cristina Kirchner,  a projetos nucleares do Irã na América Latina quando foi subitamente assassinado em 2015.

Como se deduz facilmente, a esquerda latino-americana representada no Brasil pelo PT é muito dócil aos interesses iranianos, e por isso os aiatolás obviamente não querem Jair Bolsonaro presidente do Brasil, até porque ele já anunciou que sua primeira viagem após eleito será para Israel, país que o Irã sequer admite que exista.

Jair Bolsonaro sofreu uma tentativa de homicídio quando liderava com grande folga a corrida presidencial no Brasil em 2018.

Tags
Ver mais

Redação Rádio MCI

A Rádio MCI tem como missão apresentar Música de qualidade, uma programação voltada para aquisição de Alta Cultura e a divulgação de informações relevantes para o público ouvinte, em especial assuntos que afetam diretamente nossas vidas no atual contexto sócio-político-cultural do Brasil, da América Latina e do Mundo.

Artigos relacionados

5 Comentários

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: