Davi ValukasEleições 2018Jornalismo

Jornalista que publicou fake news contra Bolsonaro tem pai citado na Lava-Jato

Eleições 2018

Como é típico do PT desde meados dos anos 90, jornalistas engajados na militância progressista utilizam seu espaço jornalístico para divulgar inverdades sobre os adversários às vésperas das eleições. Dessa vez foi a jornalista da Folha de São Paulo, Patrícia Campos Mello, que divulgou notícia dizendo que supostamente haveria um esquema de Caixa 2 via Whatsapp em prol de Jair Bolsonaro.

Dando uma rápida pesquisada no Google, é fácil descobrir que a repórter é filha de Hélio Campos Mello, proprietário da revista Brasileiros. A revista foi citada delação premiada de Marcelo Odebrecht, que revelou um pagamento de R$1.000.000 feito pelo então Ministro da Fazenda, Guido Mantega à revista para que publicasse matérias favoráveis ao governo petista.

Em suma, essa é mais uma tentativa de assassinar reputações a fim de garantir a sobrevivência do petismo. Estão desesperados!

Tags
Ver mais

Davi Valukas

Davi Samuel Valukas Lopes nasceu no dia 06 de setembro de 1985, na cidade de Araraquara, no interior paulista. Filho de um trombonista, começou os estudos musicais no saxofone em 1996 na Congregação Cristã no Brasil, onde toca até os dias de hoje. Tornou-se instrutor musical na mesma igreja no ano de 2002, até o ano de 2016. Estudou piano clássico por quatro anos e guitarra blues por um ano. Ministrou oficinas de musicalização de 2009 a 2012 pela Secretaria Municipal de Cultura de Araraquara. Foi um dos fundadores de um projeto de musicalização infantil na periferia da cidade, no Jd. das Hortências, chamado Família Afro Son. Trabalhou na composição e interpretação da trilha sonora de espetáculos de dança junto com outros músicos de Araraquara. Mudou-se para Uberlândia, no Triângulo Mineiro, em 2012. Na cidade, ministrou aulas de saxofone e teoria musical, tocou um ano e meio na Jazz Band Ladário Teixeira e atua desde 2016 na área de Treinamento e Educação Corporativa. Monarquista convicto, é co-fundador do Círculo Monárquico de Uberlândia. É graduado em Gestão de Recursos Humanos.

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. O tal do DESESPERO está se propagando que nem tsunami depois de um encontro de placas tectônicas. Quem viver verá o estrago que irá atingir os esquerdopatas e seus aceclas de plantão. Na minha terra aprendi alguns ditos populares e um deles penso que serve para a atual situação dos que se perderam na poeira eleitoral: Praga de urubu não mata cachorro magro!

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: